DESTAQUE

O QUE PENSO

Política com propósito

Participo da política para construir um país com igualdade e justiça. O Brasil é campeão de concentração de renda e riqueza: 6 pessoas têm a mesma renda que 100 milhões de brasileiros. Defendo políticas de distribuição de renda e prioridade máxima para a educação.

Leia mais

Transparência, ética e comunicação não violenta

Honestidade e ética são pressupostos. Defenderei meus pontos de vista com firmeza, sem violência. Discordar não é justificativa para ser grosseiro e desrespeitoso. Com uma atuação transparente e pública pretendo manter pontes para um diálogo respeitoso, com base em ideias e fatos.

Leia mais

Prioridade máxima às crianças pequenas

A estrutura do cérebro humano se forma até os seis anos. Um bom desenvolvimento nos primeiros seis anos tem impacto positivo no desempenho escolar, na saúde, na renda, na produtividade e na redução da criminalidade. O Estado deve criar condições para que cada criança se desenvolva.

Leia mais

Educação – gestão, financiamento e aprendizagem

É urgente melhorar a gestão da educação para obter melhores resultados com os mesmos recursos. Também temos que ampliar o valor investido por aluno: hoje está em aproximadamente 1/3 do valor por aluno de países desenvolvidos.

Leia mais

Serviço público que funciona

O serviço público – educação, saúde, segurança, habitação – tem que funcionar: a criança tem que aprender, o médico tem que atender, a casa contratada tem que ser construída.

Leia mais

Direitos Humanos e maior representatividade política

Os direitos humanos são inegociáveis e o Estado deve criar os mecanismos que coíbam violações à plena cidadania. Ampliar a representatividade política de mulheres, negros, lgbts têm relação direta com o respeito aos direitos humanos.

Leia mais

QUEM SOU

Sou Rogério da Veiga, 36 anos, servidor público federal da carreira de Especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental. Casado com Adriana, brasiliense, servidora do Banco Central do Brasil, mãe de nossas duas filhas: Malu, de 3 anos, e Elis, com 2 anos.

Nunca me conformei com o nível de pobreza e desigualdade no Brasil e minha vida tem sido dedicada a mudar essa situação. Entrei para o serviço público para trabalhar com políticas públicas que alterem essa realidade.

No Ministério das Cidades, contribuí com o programa de urbanização de favelas e de construção de moradias; no Ministério da Educação, participei da consolidação do Enem como porta de acesso ao ensino superior; no Ministério do Desenvolvimento Social, participei da equipe do Brasil Sem Miséria, programa que retirou 38 milhões da pobreza; na Prefeitura de São Paulo, atuei em ações voltados à Primeira Infância que, dentre outros resultados, dobrou o número de crianças pobres em creches.

Sou uma pessoa que acredita que é nosso dever agir quando não se está contente com alguma coisa. Não estou contente com a política e aceitei o desafio de participar da disputa, ao lado de muitos companheiros e companheiras que compartilham dos mesmos ideais. O Brasil pode ser mais justo.

LEIA MAIS

PROPOSTAS

PRIMEIRA INFÂNCIA

TRABALHO

EDUCAÇÃO

TEXTOS E ARTIGOS

Ver todos

REDES SOCIAIS

FACEBOOK

INSTAGRAM